Obra da ponte de Porto Nacional vai demandar 400 vagas

secretária de Estado do Trabalho e da Assistência Social, Patrícia do Amaral

A secretária de Estado do Trabalho e da Assistência Social, Patrícia do Amaral, assinou na terça-feira, 28, um termo de cooperação com a empresa Rivoli do Brasil, responsável pela construção da nova ponte que ligará o município de Porto Nacional à Rodovia BR-153. O termo visa oficializar a cooperação entre as partes com o objetivo de intermediar a mão de obra que será empregada na construção, através do Sistema Nacional de Empregos (Sine), vinculado à Secretaria de Estado do Trabalho e da Assistência Social (Setas).

Segundo a secretária Patrícia, o papel do Sine é apoiar as empresas do Estado e possibilitar que as contratações sejam de trabalhadores locais. “A ponte é uma necessidade de Porto Nacional e do Estado. Para nós, é uma grande satisfação contribuir para esse momento histórico. Nosso objetivo é unir forças para dar maiores chances aos nossos trabalhadores”, enfatizou a gestora.

Segundo o representante da Rivoli no Tocantins, Matteo Rossi, a previsão da empresa é de oferecer até 400 vagas de emprego nos momentos auges da construção: “Os trabalhos prévios de topografia, marinha, estudo ambientais, entre outros, já iniciaram, mas o momento de maiores contratações provavelmente será em julho de 2018, se tudo correr bem”.

Para Rossi, a parceria com o Sine será importante, principalmente porque existem funções mais específicas na obra que podem exigir uma maior pesquisa em busca dos trabalhadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.