Inaugurada Central de Rede de Frio que amplia capacidade de armazenar vacinas em Palmas

Instalação leva o nome da ex-secretária municipal de Saúde, Valéria Paranaguá, vítima da Covid-19

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, inaugurou a Central Municipal de Rede de Frio (Cemurf) Valéria Silva Paranaguá. A obra leva o nome da ex-secretária municipal de Saúde, que morreu em março deste ano em decorrência de complicações por Covid-19. Com recursos próprios e do Governo Federal, a nova instalação teve investimento da ordem de R$ 1.563.400,30 e possibilitou a ampliação do espaço para armazenamento dos imunobiológicos utilizados pelas unidades de saúde do município.

Durante a solenidade de entrega, que contou com a presença de autoridades municipais e servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a prefeita ressaltou o fato de Palmas ser um dos 12 municípios a integrar o programa do Ministério da Saúde (MS) a receber recursos para o fomento e aprimoramento das condições de funcionamento da Rede de Frio.

Emocionada, Cinthia falou sobre a escolha do nome da ex-secretária e agradeceu aos familiares presentes, em nome dos irmãos Eleusa e André Gusmão. “Tive a oportunidade de conviver com a Valéria, uma ferrenha defensora do SUS, grande amiga e que desempenhou sua missão com êxito.”

Especial

Para o secretário municipal interino da Semus, Thiago Marconi, entregar a obra da Cemurf tem significado especial. Além de ampliar o serviço de imubiológicos para a população, a homenagem feita a Valéria Paranaguá é justa.

André Gusmão agradeceu a homenagem e lembrou que sua irmã teve uma vida dedicada à saúde pública. “Estamos felizes com esse reconhecimento, pois minha irmã sempre vestiu a camisa do SUS, da saúde pública”, informou.

A obra

Localizada na quadra Arse 22 (206 Sul), a Rede de Frio de Palmas também abriga a sede da Central Municipal de Vacinas (Cemuv), até então instalada na sede da Semus. A Cemurf possibilitará um melhor trabalho no atendimento à imunização da Capital, principalmente durante a vacinação contra a Covid-19.

O local conta com cinco câmaras refrigeradas específicas para o armazenamento dos imunobiológicos, como preconiza o Programa Nacional de Imunizações (PNI). Também possui um furgão refrigerado para transporte desses imunobiológicos, que garante qualidade dos produtos distribuídos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.