Governo estabelece novos prazos para audiências que tratam da concessão do Jalapão

“O momento é de sensatez e mansidão e não cometeremos a irresponsabilidade social de tocar qualquer processo de concessão sem a participação social”, afirmou o secretário


Em uma coletiva no Palácio Araguaia, o Secretário de Estado de Parcerias e Investimentos do Tocantins, José Humberto Pereira Muniz Filho, declarou sobre como o governo continuará o projeto da obra de concessão do Parque Estadual do Jalapão, todavia, afirmou que haverá mudanças.

“O momento é de sensatez e mansidão e não cometeremos a irresponsabilidade social de tocar qualquer processo de concessão sem a participação social”, afirmou o secretário.

A primeira audiência pública acontecerá dia 30 de novembro em Mateiros e dia 1º de dezembro em Palmas, e o prazo final para consulta pública passa para o dia 11 de dezembro, na qual todos os interessados podem participar dando sugestões e apontamentos sobre o projeto.

“Nós queremos que toda a população do Tocantins conheça este projeto, que tem o fim exclusivo de infraestrutura social e não de arrecadação”, ressaltou o Secretário José Humberto”.

Entendimento político
“Quando falamos neste consenso político, não é no sentido de atingir uma unanimidade, mas que haja apenas as divergências naturais que possam existir dentro do projeto e que elas sejam construtivistas. A pedido do Governador, vamos recomeçar esta discussão e o diálogo será mantido com todos os poderes e as instituições, com os parlamentares estaduais e a Bancada Federal, pois acreditamos que todos têm o mesmo objetivo, que é desenvolver o Estado”, concluiu o Secretário.

Novas propostas
O Secretário José Humberto falou sobre novas ideias do Governo para o projeto, uma delas, é a gratuidade do acesso ao Parque Nacional do Jalapão para todas as pessoas dos oito municípios da região, inclusive, para as comunidades tradicionais. O intuito é que a comunidade possa desfrutar mais dos pontos turísticos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.