Governo do Tocantins investe em obras e na qualidade de vida dos servidores públicos

Os servidores públicos estaduais foram apresentados ao Servir, novo Plano de Saúde do Estado

Na quarta-feira, 12, o governador do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM) visitou as obras de reconstrução asfáltica da rodovia TO-080, compreendendo o trecho de 53,7 quilômetros que liga Palmas a Paraíso do Tocantins, cujo investimento de R$ 40,3 milhões. 

O prazo para conclusão das obras é de 12 meses, contudo, 28 km já foram reconstruídos. “Esta rodovia estava muito danificada e agora está sendo reconstruída para dar melhores condições de tráfego aos cidadãos tocantinenses e para todo o comércio do agronegócio escoar a produção. Esse pavimento novo terá longa durabilidade, está sendo construído para suportar o tráfego de veículos pesados que é frequente aqui devido ao pátio multimodal da Ferrovia Norte-Sul, onde são transportados soja e vários outros produtos”, garantiu.

O governador Mauro Carlesse fez questão de frisar o papel importante do Estado em viabilizar obras que geram emprego e renda para a população. “Estamos com várias frentes de trabalho, de estradas, hospitais e escolas, muitas obras que alavancam sem dúvida a nossa economia. Mesmo com a pandemia do novo Coronavírus, o Governo não parou, deu continuidade às obras entendendo o quão importante é gerar empregos para muitos pais de família”, ressaltou.

A reconstrução do pavimento faz parte do Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema), segunda etapa, do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), convênio entre o Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) e o Banco Mundial.

Plano de Saúde “Servir”

Na mesma data, os servidores públicos estaduais foram apresentados ao Servir, novo nome do Plansaúde. Não foi só o nome do plano que mudou, em coletiva à imprensa, o secretário de Estado da Administração, Bruno Barreto; e o diretor do Servir, Ineijaim Siqueira, apresentaram as mudanças, com o foco de melhorar a assistência à saúde do servidor.

Seguindo orientação do governador Mauro Carlesse, o novo modelo não acarretará aumento de contribuição para os servidores. “Seguimos uma orientação do governador Carlesse de não onerar os servidores e selecionamos no mercado uma empresa que atendesse todas as nossas demandas, garantindo que não haverá nenhum custo além do que já é pago pelo servidor”, garante o diretor do Servir. Entre as propostas de melhorias, o Servir contará com serviço de telemedicina, que está em fase de testes e deve ser implementada em 60 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.