Deputado Junior Geo alerta que alta de concursos compromete futuro do Igeprev

Parlamentar critica a prática das instituições em contratar servidores, em detrimento de concursados, por ausência de certames públicos

Júnior Geo: cobrança por concursos públicos | Foto: Asleto

A falta de realização de concursos públicos poderá inviabilizar, num futuro próximo, as funções do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins – Igeprev. A afirmação é do deputado Professor Junior Geo (PROS), em seu discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, na quarta-feira, 11.

O parlamentar citou a prática das instituições em contratar servidores, em detrimento de concursados, por ausência de certames públicos. Como exemplo ele destacou o Tribunal de Justiça (TJ-TO), que, recentemente, recebeu permissão do Parlamento Tocantinense para renovar contratos de servidores daquele Poder por mais um ano.

Segundo o parlamentar, a situação já afeta negativamente as operações do Igeprev, que tem pelos menos R$ 1 bilhão de prejuízo, e ainda terá que aposentar muitos servidores contratados (que neste caso contribuem com o INSS), que não contribuíram um ano sequer com o Instituto. “É o caminho da falência”, disse.

Geo afirmou que a realização de concurso é uma cobrança da sociedade, e lembrou que há instituições que prometem os certames há algum tempo sem realiza-los. “A própria Assembleia anunciou seu concurso há três anos e ainda não o fez”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.