De saída do PHS, governador reeleito no Tocantins deve ir para o PP

Partido de Mauro Carlesse não passou por “cláusula de barreira”

O governador reeleito no Tocantins, Carlos Carlesse está de malas prontas do PHS e pode desembarcar no PP.

A saída tem como pano de fundo o fato do partido ter sido um dos 14 que não passou pela “cláusula de barreira” e que, a partir de 2019, não terá direito à fatia do Fundo Partidário — reserva financeira usada para o custeio dos partidos políticos.

Além de perder o direito à verba, as 14 siglas também ficarão sem o tempo gratuito no rádio e TV. Ambas penalidades valerão até 2023.

Nos bastidores do Palácio do Araguaia, a saída de Carlesse do PHS já é tida como pauta vencida.

Apesar de não confirmada pelo governo, a ida para o PP já estaria encaminhada, faltando acertar apenas alguns detalhes. O convite teria partido do próprio presidente nacional da sigla, Ciro Nogueira.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.