Cinthia Ribeiro cede e flexibiliza a reabertura gradual do comércio e serviços em Palmas

A partir de 8 de junho, a fase ‘A’ do programa prevê a abertura do comércio varejista, concessionárias, lojas de departamento, praças e parques

Cinthia Ribeiro anuncia volta do comércio | Foto: Edu Fortes

Em entrevista coletiva remota, transmitida pela internet, a prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) anunciou na sexta-feira, 29, o Plano Estratégico de Reabertura Econômica de forma gradual, com protocolos específicos de segurança para cada  setor do comércio e serviços na cidade de Palmas. A gestora destacou que a flexibilização do comércio iniciou ainda em abril com a autorização de alguns segmentos e que essas novas etapas vão exigir protocolos mais rígidos de segurança específico para cada setor.

A partir de 8 de junho, a fase ‘A’ do programa prevê a abertura do comércio varejista, concessionárias, lojas de departamento, praças e parques, respeitando os protocolos, higienização local, disponibilidade de “dispensers” para álcool em gel, uso de máscaras e o distanciamento mínimo de 1,5 metros.

Já no dia 15 de junho, entra em operação a fase ‘B’ do programa que compreende a reabertura dos shoppings, com exceção dos entretenimentos, como cinema e praça de alimentação – que ainda não tem previsão de reabertura – em razão de necessitar de um protocolo ainda mais rigoroso; abertura de restaurantes, academias, escolas de natação e esportes.

Estudos técnicos

As datas foram estabelecidas com embasamento técnico de estudos realizados pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde, amparado pelo cenário epidemiológico da Capital. “E estamos dando esse prazo, para que as empresas tomem as   medidas sanitárias e possam treinar suas equipes para esse novo formato de atendimento. Mas se observarmos que esse movimento possa comprometer os nossos leitos e  respiradores, poderemos recuar e apresentar uma nova data”, completou  a prefeita.

Dentro do plano de tentativa de volta à nova realidade, da forma mais normal possível, Cinthia Ribeiro foi enfática que os estabelecimentos agora vão precisar trabalhar de forma escalonada, não podendo mais funcionar de 8 às 18 horas, para não impactar no transporte público, provocando assim aglomerações.

Antes do início da quarentena o transporte público em Palmas era de quase 100 mil embarques/dias, atualmente a média é de 23 mil embarques/dia. Durante esses dois meses o sistema vem passando por mudanças para atender as normas de segurança.

Fase A – a partir de 08 de junho

Abertura do comércio varejista, concessionárias, lojas de departamento, parque e praças.

Fase B – a partir de 15 de junho

Abertura de shopping, restaurantes, academia, escolas de natação e esportivas.

Uma resposta para “Cinthia Ribeiro cede e flexibiliza a reabertura gradual do comércio e serviços em Palmas”

  1. Willian disse:

    Tem que ter exames de todos os funcionários espostos para os clientes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.