Carlos Amastha avalia que saída demorou

O prefeito de Palmas, Carlos A­mastha (PP), acompanha de longe, mas não indiferente, o desdobramento da eleição indireta. Des­to­ando da maioria dos líderes de o­posição que questionaram os motivos da renúncia, o prefeito diz que não consegue entender as re­clamações. Para ele a renúncia de­morou. “Foi um governo que terminou sem nunca ter começado, melhor assim”, comenta. Amastha, que é o coordenador da terceira via, anuncia que deve reunir os partidos para tomar uma decisão. O grupo formado por PP, PT e PCdoB deve bancar a candidatura de Paulo Mourão.

Deixe um comentário