Câmara de Palmas aprova instauração da CPI da BRK Ambiental

Requerimento de autoria do vereador Diogo Fernandes (PSD) que contou com a assinatura de oito vereadores em plenário

Vereador Diogo Fernandes (PSD) defende a necessidade de apuração para descobrir o que poluiu o Lago de Palmas e evitar prejuízos à população

Vereador Diogo Fernandes (PSD) defende a necessidade de apuração para descobrir o que poluiu o Lago de Palmas e evitar prejuízos à população | Foto: Aline Batista/Câmara de Palmas

O parlamento palmense aprovou na sessão ordinária de quinta-feira,13, a criação de uma CPI [Comissão Parlamentar de Inquérito] para investigar a poluição do Lago de Palmas e um dos seus afluentes e os danos ambientais causados, além das possíveis responsabilidades da empresa BRK Ambiental no episódio.

A instalação da investigação se deu após leitura do requerimento, de autoria do vereador Diogo Fernandes (PSD), e que contou com a assinatura de oito vereadores em plenário.

O parlamentar explicou os próximos passos para o inicio dos trabalhos. “Hoje foi lido
em plenário o pedido para a instauração da Comissão. Na sequência será comunicado aos blocos para que façam a indicação dos membros que vão compor esta Comissão.”

“Posteriormente, vamos escolher um relator e daremos inicio a apuração dos fatos. Faremos o convite a diversos órgãos e a representantes da concessionária para que prestem esclarecimentos sobre o que está acontecendo com nosso Lago”, explicou Fernandes.

Apuração

Segundo o autor do pedido, é necessário apurar o que está acontecendo, com a
finalidade de evitar que a situação não piore ainda mais e, com isso, traga mais
prejuízos para a população palmense.

“Não podemos deixar essa empresa roubar o que temos de mais rico nessa cidade, que é a beleza natural do lago. Fico preocupado. Recebi denúncia dando conta que os órgãos responsáveis pelo controle da qualidade da água não possuem sequer um laboratório para fazer a análise e monitoramento da água. E isso é muito grave.”

Fernandes continua: “Por esse motivo, propus a CPI, para podemos investigar de perto e buscarmos juntos, uma solução para esse grave problema. Além disso, vamos apontar aqueles que estão inertes e negligentes, cometendo crimes ambientais aqui em Palmas”. Durante a sessão, os vereadores Erivelton Santos (PV), Filipe Martins (PSC) e Milton Neris (Progressistas) discursaram em apoio à instalação da Comissão.

Investigação

A Polícia Civil constatou que um trecho do lago de Palmas está poluído. Os policiais foram até o local após denúncias. Segundo o delegado de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente, Marcelo Santos Falcão Queiroz, a suspeita é de que a poluição esteja relacionada ao despejo de esgoto e outros fatores.

De acordo com o perito criminal, durante a ação foi constatada que a cor esverdeada da água está relacionada com a grande quantidade de algas (cianobactérias) no trecho entre Bertaville e o condomínio Mirante do Lago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.