Sites falsos estão utilizando o nome do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) para aplicar golpes em internautas. Reclamações recentes apontam que páginas eletrônicas teriam simulado leilões e vendido veículos que não existem, causando prejuízos financeiros aos compradores. Nos últimos meses, ocorreram tentativas de golpes simulando geração de boletos de serviços da autarquia e até cadastro no programa CNH Social.

As reclamações e denúncias de sites falsos registradas na Ouvidoria ou nos canais de atendimento do Detran-GO são levadas à Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos, que abre inquérito e investiga os casos.

Os usuários devem ficar atentos, alerta o presidente do Detran-GO, Eduardo Machado. Isso porque mesmo quando as páginas fraudulentas são retiradas do ar, os golpistas migram para outro domínio. Ou seja, criam outro endereço eletrônico para continuar com a atividade criminosa.

Outra dica para evitar cair em golpes é sempre buscar informação no site oficial. O portal do Detran-GO é www.detran.go.gov.br, no qual são divulgadas todas as informações relacionadas às atividades da autarquia. “Quando a pessoa não souber, o endereço eletrônico é mais seguro que ela utilize o buscador para pesquisar a página do órgão ou instituição que ela quer, e nunca o serviço. Quando o usuário busca pelo serviço, abre brecha para que a pesquisa retorne com esses sites mal-intencionados, pois, geralmente, eles pagam anúncios para que ‘site’ apareça no topo”, pontua o presidente.

Os internautas também devem se atentar às terminações dos sites governamentais. A maioria tem extensão go.gov.br. “Quando a pessoa for buscar algum serviço oferecido por órgão público e o site não tiver esse final, já é um sinal de alerta”, explica.