Nesta quarta-feira, 8, a Polícia Federal (PF) iniciou a Operação Trapiche com o intuito de interromper ações preparatórias de terrorismo e obter evidências relacionadas a um potencial recrutamento de brasileiros para atividades extremistas no país. Os focos da operação são indivíduos associados ao grupo Hezbollah, suspeitos de planejar ataques em território brasileiro. Os alvos desses possíveis ataques seriam edifícios pertencentes à comunidade judaica no Brasil.

Agentes da Polícia Federal cumpriram dois mandados de prisão temporária em São Paulo e 11 mandados de busca e apreensão, emitidos pela Subseção Judiciária de Belo Horizonte, abrangendo áreas em Minas Gerais e no Distrito Federal. Um dos suspeitos foi detido no Aeroporto de Guarulhos.

Tanto os responsáveis pelo recrutamento quanto os recrutados devem responder por crimes de formação ou participação em organização terrorista, além da execução de atos preparatórios de terrorismo. As penas máximas para tais crimes somam 15 anos e 6 meses de reclusão.

Os crimes previstos na Lei de Terrorismo são equiparados a hediondos, considerados inafiançáveis, insuscetíveis de graça, anistia ou indulto, e o cumprimento da pena para esses crimes se dá inicialmente em regime fechado, independentemente de trânsito em julgado da condenação.

Balanço da ação:

  • MG: 7 mandados de busca e apreensão cumpridos
  • DF: 3 mandados de busca e apreensão cumpridos
  • SP: 1 mandado de busca e apreensão e 2 mandados de prisão temporária cumpridos

O que é Hezbollah?

O Hezbollah é uma organização libanesa que surgiu durante a guerra civil no Líbano na década de 1980. Influenciado pelo Irã e apoiado pela Síria, o grupo concentra-se na resistência contra Israel e na promoção da influência xiita no Oriente Médio.

A organização surgiu em resposta à ocupação israelense do sul do território libanês. Apoiado pelo Irã, o Hezbollah se tornou uma força de resistência contra Israel. Sua ala militar é considerada uma das mais poderosas da região, tendo lançado ataques contra alvos israelenses.

Leia também: