Marconi lidera em todos os cenários do 1º e do 2º turno

Pesquisa destaca polarização entre Marconi e Iris, com vantagem de Marconi sobre Iris de aproximadamente 273 mil intenções de votos válidos no principal cenário do 1º turno. Ronaldo Caiado tem grande vantagem na disputa para o Senado. Aécio e Dilma estão empatados na corrida presidencial

Afonso Lopes

Foto: Fernando Leite

Foto: Fernando Leite

Liderança absoluta de Marconi Perillo (PSDB) em todos os cenários do primeiro turno e vantagem também em simulações de confronto com os adversários no segundo turno. É o que revela nova pesquisa eleitoral realizada pelo instituto goiano Fortiori encomendada pelo Jornal Opção. O levantamento foi realizado entre os dias 15 e 19 deste mês, e ouviu 800 eleitores em todo o Estado. A margem de erro é de 3,5% para mais ou para menos.

O Fortiori criou três cenários diferentes. No primeiro, e mais provável atualmente, foram apresentados os nomes de Marconi Perillo, Iris Rezende (PMDB), Vanderlan Cardoso (PSB) e Antônio Gomide (PT). No segundo, foram pesquisados Marconi, Iris e Vanderlan. O último quadro tem Marconi, Iris e Gomide. Em todos eles, Marconi e Iris aparecem nas duas primeiras colocações.

O instituto também trabalhou com possíveis cenários de segundo turno, com Marconi e Iris, Marconi e Van­derlan e Marconi e Gomide. Tam­bém nesses casos, o governador se mantém com vantagem em relação aos adversários.

Na votação projetada, método de­senvolvido pelo Jornal Opção para a­valiar e quantificar o desempenho de cada candidato, Mar­coni estaria atualmente com cerca de 273 mil intenções de votos válidos à frente de Iris Rezende no cenário em que os quatro candidatos são pesquisados.

Na pesquisa espontânea, quando o eleitor responde em quem votaria para governador se as eleições fossem agora sem receber cartela com nomes de candidatos, Marconi Perillo tem o dobro de intenções de voto em relação a Iris Rezende, segundo colocado.
A rejeição dos eleitores também foi apurada. De acordo com o Fortiori, Marconi e Iris são os mais rejeitados, com 29% e 27% respectivamente, seguidos por Antônio Gomide, com 22%, e Vanderlan Cardoso, com 19%.

O Fortiori também ouviu os eleitores sobre a corrida pelo Senado e para a Presidência da República. O deputado federal Ronaldo Caiado, do DEM, se apresenta com grande vantagem sobre todos os demais concorrentes. Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) aparecem empatados na corrida presidencial.

conexao.qxd

A pesquisa Fortiori/Jornal Opção também ouviu a opinião dos eleitores de Goiás a respeito da avaliação do governador e da presidente Dilma Rousseff, além da aprovação ou desaprovação do desempenho administrativo.

Cenário 1

conexao.qxdNo cenário mais provável atualmente, Marconi Perillo, segundo o Fortiori, teria 37% dos votos, Iris Rezende somaria 30%, Vanderlan Cardoso surgiria com 9% e Antônio Gomide ficaria com 7%. O quadro revela uma forte polarização entre os candidatos do PSDB e do PMDB. Os eleitores indecisos somam 8% e 9% responderam que votaria em branco, anulariam o voto ou não votariam em ninguém.

Levando-se em conta somente os votos nominais válidos, que é o critério usado pela Justiça Eleitoral na apuração, Marconi atingiria 44,6%, Iris ficaria com 36,1%, Vanderlan com 10,8% e Gomide com 8,4%. Nesse caso, como se verificou em todos os demais cenários, Marconi e Iris disputariam o segundo turno.

Na votação projetada, que leva em conta os porcentuais dos votos apurados pelo instituto, o total de votos brancos, nulos e abstenção registrados na eleição de 2010 e o número de eleitores registrados no TRE de Goiás, Marconi estaria atualmente com 1.451.229 intenções de votos válidos, contra 1.177.289 de Iris Rezende, 355.469 de Vanderlan Cardoso e 273.939 de Gomide. A vantagem de Marconi para Iris soma 273.940 intenções de votos válidos.

Cenário 2

conexao.qxd

No segundo cenário pesquisado pelo Fortiori, foram apresentados os nomes de Marconi, Iris e Vanderlan. Sem Antônio Gomide, Marconi chegaria a 39%, contra 31% de Iris e 11% de Vanderlan. Os eleitores indecisos ou que disseram não saber em qual dos três candidatos votariam somaram 8%, enquanto os eleitores que anulariam o voto, votariam em branco e os que disseram que não votariam em nenhum dos nomes pesquisados somaram 11%.

Neste caso, Marconi atingiria 48,1% dos votos válidos, contra 38,3% de Iris e 13,6% de Vanderlan. É neste cenário que se encontrou a maior possibilidade de vitória de Marconi já no primeiro turno, resvalando na margem de erro para mais ou para menos. Um segundo turno seria disputado entre Marconi e Iris.

Na votação projetada, Marconi estaria com 1.568.632 intenções de votos válidos, contra 1.249.035 de Iris Rezende e 443.521 de Vanderlan Cardoso. A diferença a favor de Marconi seria de 319.597 intenções de votos válidos em relação a Iris Rezende.

Cenário 3

conexao.qxd

O último cenário da pesquisa estimulada verificou a reação dos eleitores sem o nome de Van­derlan Cardoso, mas com Mar­coni, Iris e Gomide. Marconi somou 38%, contra 33% de Iris e 10% de Antônio Gomide. Os eleitores indecisos ou que não souberam responder somaram 8%, enquanto 11% disseram que votariam em branco, anulariam o voto ou não votariam em nenhum dos nomes pesquisados.

Em votos válidos, Marconi estaria com 46,9%, Iris com 40,7% e Gomide atingiria 12,3%. O segundo turno seria disputado, também neste cenário, por Marconi e Iris.
Na votação projetada, Marconi teria 1.529.498 intenções de votos válidos, contra 1.327.304 intenções de votos de Iris e 401.126 de Gomide. A vantagem de Marconi sobre Iris seria de 202.194 intenções de votos válidos.

2º turno: Marconi venceria Iris, Gomide e Vanderlan

conexao.qxd

A pesquisa Fortiori/Jornal Opção ouviu os eleitores a respeito dos possíveis confrontos diretos em um segundo turno. Em todos os cenários pesquisados, Marconi venceria se as eleições fossem agora.

Marconi teria 43% contra 38% de Iris Rezende, o que significaria 53,1% contra 46,9% de votos válidos. Em intenções de votos válidos, Marconi teria 1.677.302 contra 1.481.459 de Iris, diferença de 202.193 intenções de votos válidos. Contra Vanderlan, Mar­coni somaria 51% contra 26% de Vanderlan, totalizando 66,2% de votos válidos contra 33,8%. Isso equivaleria a 2.158.907 intenções de votos válidos de Marconi e 1.102.282 para Vanderlan, com diferença de 1.56.625 intenções de votos válidos para Marconi. Em um segundo turno entre Marconi e Gomide, o tucano teria 52% contra 23%, o que daria em votos válidos 69,3% para Marconi e 30,7% para Go­mide. Na projeção de intenções de votos válidos, Marconi somaria 2.260.004 contra 1.001.185 de Gomide, diferença de 1.258.819 intenções de votos válidos.

Rejeição: Marconi e Iris estão tecnicamente empatados

conexao.qxd

A pesquisa Fortiori/Jornal Opção procurou saber em quem o eleitor não votaria de jeito nenhum se a eleição fosse agora. Marconi foi rejeitado por 29%, sendo seguido de perto por Iris Rezende, com 27%, o que caracteriza empate técnico entre os dois candidatos, le­vando-se em conta a margem de er­ro de 3,5% para mais ou para me­nos. An­tônio Gomide aparece em terceiro, com 22%, e Vanderlan tem a rejeição de 19% do eleitorado.

Espontânea, Marconi tem o dobro de indicações de Iris

conexao.qxdNa pesquisa espontânea, em que a relação com o nome dos candidatos não é fornecida aos eleitores, Marconi teve 21% de indicações, contra 10% de Iris Rezende. Go­mide e Vanderlan aparecem empatados com 2% cada um. Júnior Friboi, que se retirou do processo de escolha interno do PMDB, vem a seguir com 1%. Outros dez nomes atingiram pelo menos 1% de indicações.

Ronaldo Caiado soma 54,5% dos votos válidos

conexao.qxd A primeira rodada da pesquisa Fortiori/Jornal Opção revela que não há polarização atualmente na disputa pela única vaga de senador que estará em disputa este ano. O deputado Ronaldo Caiado (DEM) recebeu 36% das indicações dos eleitores, o que representa 54,5% dos votos válidos. Em segundo lugar, está Marina Sant’Anna, nome mais comentado no PT como possível candidata, com 18%, equivalente a 27,2% dos votos válidos. Vilmar Rocha, deputado federal do PSD, aparece com 10%, o que representa 15,2% dos votos válidos, enquanto Aguimar Jesuíno, do PSB, seria o quarto colocado, com 2% de indicações, 3% dos votos válidos. Na eleição para o Senado, ao contrário do que ocorre para o governo e Presi­dência, não há segundo turno, e o eleito é o mais votado, mesmo que o candidato não atinja 50% dos votos válidos.

A votação projetada para o Senado também leva em conta os porcentuais obtidos pelos candidatos na pesquisa, mas como em 2010 foram disputadas duas vagas e não uma, como este ano, o que altera completamente o perfil do desempenho geral dos votos brancos e nulos, adotou-se como referencial os mesmos dados da eleição para governador.

Ronaldo Caiado estaria com 1.777.348 intenções de votos válidos, contra 988.584 de Marina Sant’Anna, uma diferença de 788.764 favorável ao democrata. Caiado também lidera a pesquisa espontânea, com 5% das indicações. Os demais nomes citados atingem no máximo 1%.

 Presidência: Aécio empata com Dilma em Goiás

conexao.qxdAécio Neves (PSDB) e Dil­ma Rousseff (PT) estão rigorosamente empatados na pesquisa For­tio­ri/Jornal Opção, com 30% cada um, o que representa 40,5% dos votos válidos. E­duardo Cam­pos, do PSB, aparece com 14%, ou 19% dos votos válidos.conexao.qxd

No levantamento espontâneo, Dilma lidera, com 17%, seguida por Aécio, com 11% e Eduardo com 2%. O ex-presidente Lula da Silva teve 4% de indicações, o que o colocaria na terceira posição. Outros 12 candidatos foram citados e obtiveram no mínimo 1% cada um.

Eleitor aprova desempenho de Marconi e reprova presidente Dilma

O instituto Fortiori pesquisou os humores dos eleitores de Goiás em relação aos desempenhos pessoais de Marconi Perillo e Dilma Rousseff, além das administrações deles. Em ambos os casos, Marconi teve mais aprovação do que reprovação, enquanto a presidente Dilma foi reprovada nas duas questões.

conexao.qxdPara 53% dos entrevistados, o desempenho do governador está aprovado, enquanto 33% o reprovam. Já a presidente Dilma é aprovada por 36% e reprovada por 51%.

O governo de Marconi Perillo é ótimo, segundo avaliação de 13% dos eleitores, enquanto 33% o consideram bom, o que soma, conforme o instituto, 46% de aprovação geral. Para 30% dos eleitores, o desempenho é regular, o que não significa nem aprovação e nem reprovação. Os eleitores descontentes com o governo do Estado somam 23%, sendo 9% ruim e 14% péssimo.
Para 30% dos eleitores, o governo federal está aprovado, com 7% ótimo e 23% bom, enquanto 30%, consideram regular. A reprovação supera a aprovação, com 39%, sendo 16% ruim e 23% péssimo.

conexao.qxd

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Odlan Cruzeiro

Eu mesmo não me deixo influenciar por pesquisas, até porque em outro meio de comunicação, deu Iris como vencedor. E como o Marketing de Marconi e a base aliada, é muito grande. Temos de ficar atentos, também aos meios de comunicação.

Altair

Pura balela, Iris próximo governador de Goiás lidera de ponta a ponta.