Circuito inovador: Sebrae promove rodada de palestras em Goiás

Focado nos temas inovação, gestão e mercado, Circuito de Palestras 2018 busca informar empresários sobre estratégias para desenvolver seus negócios

Bruno Perin, Facundo Guerra e Chris Taveira conduzem a primeira rodada de conferências sobre Empreendedorismo e Inovação no Circuito de Palestras 2018

Fernanda Garcia

O Circuito de Palestras promovido pelo Ser­viço de Apoio às Mi­cro e Pequenas Em­presas em Goiás (Sebrae-GO) tem na edição deste ano três principais eixos temáticos: Empreendedo­rismo e Inovação, Gestão e Lide­rança, e Mercado. Com uma programação que inclui 28 conferências em cidades espalhadas por todo o Estado, o Circuito realizou sua primeira atividade de 2018 na última quarta-feira, 16, em Jataí, e dá continuidade à rodada de palestras até o final do ano.

A abertura do evento foi centrada no tema Empreendedorismo e Inovação. O empresário Facundo Guerra, criador de negócios que impactaram a cena cultural de São Paulo, como o Cine Jóia e o Mirante 9 de Julho, comandou esse mote do Circuito de Palestras junto com o também empreendedor e escritor gaúcho Bruno Perin, autor do livro “Sem Dinheiro – Como Construir uma Startup com Pouca Grana”. Representando terras goianas, a fundadora do Grupo NorthON, Chris Taveira, é a responsável pela mediação do debate.

Em 2015, acontecia em Goiás a primeira edição desse programa de capacitação do Sebrae que fomenta a realização de palestras em diversos municípios. O Circuito integra o conjunto de programas de capacitação ofertados pela entidade. Além da capital goiana e região metropolitana, diferentes cidades do interior serão contempladas, como Ipameri, Águas Lindas, Rio Verde, Goianésia e outras. Ao todo, 25 municípios goianos, de todas as regiões do Estado, inclusive o Entorno do Distrito Federal, receberão as atividades.

O propósito dos encontros é que os profissionais convidados forneçam ao público informações atualizadas e estratégicas que possam impactar na gestão de empresas. De acordo com a gerente da Unidade de Atendimento Indi­vi­dual do Sebrae, Camilla Carvalho, a entidade “promove esse circuito trazendo palestrantes de renome nacional para falar sobre temas da atualidade, com profissionais de referência”.

Rauhe Abdulhamid, co-fundador da RYD Engenharia: “o Sebrae foi primordial em nossa trajetória”

O co-fundador e diretor comercial da RYD Engenharia, Rauhe Abdulhamid, conta ao Jornal Opção que já participou e irá participar do Circuito de Palestras este ano. Antes de abrir a empresa juntamente com seus sócios Danilo Sulino e Yi Lun Lu, há três anos, um dos primeiros passos dados pelo engenheiro foi buscar a consultoria do Sebrae.

“O Sebrae foi primordial em toda a nossa trajetória e ainda é. Inicialmente, antes de qualquer contato, o nosso primeiro passo ao abrir a empresa foi fazer essa consulta sobre a questão de sociedade, questões financeiras, de mercado, de cliente, de produto. Então, a gente teve um contato inicial com consultores do Sebrae e isso nos ajudou muito no começo da empresa”, explica.

Focada em desenvolver e oferecer soluções tecnológicas inovadoras em engenharia elétrica, robótica e computação, a RYD Engenharia, segundo Rauhe, é uma startup que atua no âmbito da “4ª Revolução Industrial”. Se no século 17 a grande protagonista era a máquina a vapor, agora é a vez de tecnologias mais complexas como robôs, inteligência artificial e realidade aumentada. “A nossa empresa tem o propósito de levar o desenvolvimento tecnológico através de produtos inovadores […] e nosso objetivo é impactar o ecossistema goiano com tecnologia”, completa.

Após a consultoria do Sebrae e realização de diversos estudos de viabilidade, o empresário disse que ele e seus sócios foram aprovados no processo seletivo de incubação de empresas do Centro de Empreendedorismo e Incubação (CEI). “Nós incubamos a nossa empresa no CEI, que é referencia no Estado de Goiás em incubação de empresas. Sem dúvidas, mais uma vez a mão do Sebrae estava aí, pois o CEI tem o Sebrae como principal parceiro, que sempre apoiou a criação e a manutenção da incubadora”, afirma.

Além disso, o empreendedor Rauhe Abdulhamid revela que, no ano passado, a RYD foi aprovada no edital de Inovação para a Indústria, uma iniciativa fruto da parceria entre o Sebrae, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Serviço Social da Indústria (Sesi). De acordo com o empresário, em apenas três anos a startup obteve conquistas que talvez precisassem de mais tempo para serem realizadas.

Roberta Pittella, diretora executiva da BioBoi Homeopatia, pretende marcar presença na edição deste ano do Circuito de Palestras do Sebrae

Com a diretora executiva da BioBoi Homeopatia, Roberta Pittella, não foi diferente. Sua empresa, centrada na produção de medicamentos homeopáticos para bovinos, também foi selecionada no edital de Inovação. “Com o financiamento do programa, tivemos a oportunidade de desenvolver um novo produto, mas agora destinado à suinocultura, que é o BioSui. Esse produto tem por objetivo levar uma alternativa aos produtores para o controle, em suas granjas, da pneumonia, diarréia e verminose”, informa.

Aos 14 anos, Roberta já trabalhava com o pai, Jarbas Sarques, fundador da empresa, e em 2016 assumiu completamente os negócios. A diretora executiva conta que o empreendimento passou por uma evolução significativa desde que o Sebrae começou a dar suporte à companhia. De acordo com ela, foi possível demonstrar um novo produto para profissionais especializados e oferecer uma alternativa inovadora para o mercado.

“A gente nos deu a oportunidade de chegar aos responsáveis técnicos da suinocultura e demonstrar para o que o nosso produto vem, para o que ele serve. Demonstrar como sendo uma alternativa na redução do uso de antibióticos para a produção de suínos no País. Então deu à nossa empresa um excelente suporte para que a gente pudesse fazer esse trabalho, primeiro com o nome do Sebrae e segundo com o recurso, que nos permite investir mais e abrir novas fronteiras que nós não tínhamos acesso”, conta.

Sobre o Circuito de Palestras, a gestora declara que, apesar de não ter participado ainda do evento, pretende marcar presença na edição deste ano. Ela afirma, no entanto, que já participou de outras conferências promovidas pelo Sebrae e que capacitações como essa despertam novas oportunidades.

Capacitação

Circuito de Palestras contará com 28 conferências direcionadas para micro e pequenos empreendedores

“Estimular o empreendedorismo, a inovação e o desenvolvimento dos negócios”, esses são os principais objetivos do Circuito de Palestras enumerados pela gerente da Unidade de Atendimento Individual do Sebrae, Camilla Carvalho. A primeira edição do evento, com a nomenclatura pela qual ficou conhecido – Circuito de Palestras – aconteceu em 2015. Anterior a isso, todavia, segundo Camilla, o Sebrae já realizava conferências parecidas, levando profissionais para dialogar com pequenos empreendedores e pessoas interessadas na área em municípios do interior de Goiás.

Além do Circuito, a entidade oferece serviços de capacitação voltados para pequenos negócios e potenciais empresários. A gerente esclarece que, desde o ano passado, quase 90% das capacitações são gratuitas. Os interessados em abrir ou formalizar o seu negócio podem ainda receber consultoria online e tirar dúvidas por meio da plataforma da instituição na internet.

De acordo com Camilla, é essencial que o empreendedor mantenha-se atualizado e acompanhe procedimentos de capacitação. “Não é possível uma empresa hoje se manter sem buscar essa atualização, essa capacitação nos principais temas de gestão. O Sebrae é especialista na área de pequenos negócios, conhece mais do que ninguém essas dores e consegue oferecer, dentro de seu quadro de credenciados, pessoas qualificadas e conhecimento atualizado para apoiar o empreendedor no processo de desenvolvimento de seus negócios”, avalia.

O Circuito de Palestras conta neste ano com a realização de 28 conferências em 25 cidades goianas e a expectativa é que 10 mil pessoas participem do evento. O foco prioritário são micro e pequenos empresários, mas aqueles que estão pensando em abrir seu próprio negócio também são bem-vindos. Uma novidade em relação às outras edições, conforme Camilla, é o sorteio de prêmios entre os participantes: livros dos palestrantes e consultorias de graça. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone 0800 570 0800 ou no site lojavirtual.sebraego.com.br/loja.

“Inovação muda hábito e quebra paradigmas”

Centrado nos temas de Ino­va­ção, Gestão e Liderança, e Merca­do, o Circuito de Palestras deste ano, promovido pelo Sebrae, tem o intuito de disseminar conteúdos para que os expectadores possam aplicá-los em seus empreendimentos. De acordo com o Diretor Superintendente do Sebrae Goiás, Igor Montenegro, esses “são assuntos-base para o sucesso de qualquer negócio. […] Esperamos que o público possa comparecer de forma plena e aplicar em seus empreendimentos os conteúdos que serão apresentados”.

Igor Montenegro, diretor-superintendente do Sebrae-GO: “O objetivo do Circuito é apresentar informações que ajudem os empresários”

Para Montenegro, além de apresentar informações, o evento promove a troca de experiências entre palestrantes e empresários. Ao final de cada palestra, como informou a gerente da Unidade de Atendi­mento Individual do Sebrae, Camilla Carvalho, um painel será conduzido por um moderador para que o público possa interagir com os debatedores, explanando suas experiências e tirando dúvidas.

As primeiras palestras estão focadas no tema da inovação. Ainda segundo o diretor do Sebrae, essa é uma das bases para o sucesso de qualquer negócio. “Inovação é uma ideia ou invenção, que transformada e aplicada numa forma de atender a uma necessidade e implementada e aceita pelo mercado, gera rentabilidade e lucro para a empresa, movimenta a economia, muda hábito e quebra paradigmas”, observa.

Um dos cernes da missão do Sebrae seria, inclusive, operada por meio da inovação. Igor Montenegro reitera que o intuito da instituição “é promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios através da inovação dos seus produtos, processos e serviços”.

Pensando fora da caixa

Criatividade e inovação andam de mãos dadas. A prática de uma é fundamental para que a outra exista. Essa é a dinâmica que movimenta o mercado, de acordo com a CEO do Grupo NorthON e mediadora dos debates voltados para o tema Empreendedorismo e Inovação do Circuito de Palestras, a goiana Chris Taveira.

Para a empresária Chris Taveira, inovação e criatividade andam juntas

“A inovação acontece quando a criatividade se transforma em algo relevante para a vida das pessoas e empresas, algo que entrega mais produtividade ao processo, serviço, produto. O tempo todo tem gente pensando em como reinventar e facilitar o nosso dia a dia e, certamente, muitas novas idéias serão relevantes o suficiente para transformar produtos consolidados em itens obsoletos”, esclarece.

Será que existe uma fórmula para alcançar a inovação? Chris Taveira explica que talvez não haja uma receita objetiva e milagrosa, mas um elemento essencial é o conhecimento. Examinar o empreendimento, conhecer o mercado e analisar os produtos seriam alguns dos caminhos necessários rumo à inovação.

Para quem quer começar seu próprio negócio, a empresária é categórica: “Não fique na dúvida, faça”. A vontade de empreender, de acordo com Chris, não deve ser condicionada a eventuais incertezas. “É muito ruim a gente ficar na dúvida e condicionar esse desejo a uma série de ‘e se’. E se a economia melhorar… e se eu tivesse mais dinheiro… Vá e faça, porque você só vai descobrir quais serão as dificuldades quando der o primeiro passo”, encoraja.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.