Aposentadoria na Sefaz é dez vezes maior que na Casa Civil

Benefício médio na extinta Secretaria da Fazenda, atual Secretaria da Economia, foi de R$ 17 mil em janeiro. Seis órgãos concentram 89% dos valores pagos

Secretaria da Fazenda: inativos da pasta têm as melhores aposentadorias. Foto: Reprodução

Além do tamanho do rombo, o relatório Regime Próprio de Previdência em Goiás – Exame do Déficit Previdenciário, da Secretaria Estadual de Administração (Sead), demonstra quais são os órgãos que pagam as maiores e menores aposentadorias do Estado. A maior média de janeiro foi paga na antiga Secretaria da Fazenda, atual Secretaria da Economia: R$ 17.457,90 fixos.

Em segundo lugar, aparece a Procuradoria-Geral do Estado (PGE), cujo benefício médio foi de 17.454,75. Em seguida, vem a Casa Militar, com a média de R$ 14.596,48 mensais. O ranking das maiores aposentadorias é completado pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Defensoria Pública, Secretaria da Segurança Pública e Polícia Militar.

O relatório também revela que seis órgãos públicos concentram 89% dos valores pagos aos inativos do Estado: Secretaria da Educação, Polícia Militar, Secretaria da Fazenda, Polícia Civil, Secretaria da Saúde e Secretaria de Planejamento (que foi desmembrada na reforma administrativa).

Professores se aposentam, em média, com R$ 3.774,53 por mês. Já os profissionais da Saúde recebem R$ 4.609,95 mensais, em média. Os vencimentos médios mais baixos são dos aposentados da Casa Civil: R$ 1.770,42.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.