O senador Vanderlan Cardoso (PSD) rebateu a fala da ministra do Meio Ambiente e Mudanças Climáticas do governo Lula, Marina Silva (Rede), de que o país tem metade da população passando fome. A afirmação foi feita durante discurso dela no painel no Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), na segunda-feira, 16.

“A ministra Marina Silva está totalmente equivocada. O Brasil não tem 120 milhões de pessoas passando fome. Isso seria mais da metade da população. Pesquisas realizadas pelo Banco Mundial mostraram uma redução histórica da pobreza no Brasil, colocando o País como o que mais reduziu a fome na América Latina”, frisou Vanderlan.

O parlamentar emendou que o Senado Federal tem contribuído para manter o Brasil fora do mapa da fome. “Contribuímos com isso, aprovando importantes projetos para o País. É um erro grave majorar esses números, e uma ofensa a todos que trabalharam para colocar o Brasil em posição de destaque na redução da pobreza”, citou.

Marina Silva tentou corrigir o equívoco na terça-feira, 17, após ser alvo de piadas. “Um governo [o de Lula] que vai enfrentar o problema das desigualdades sociais porque temos 33 milhões de brasileiros que passam fome, mas que vai trabalhar para criar um novo ciclo de prosperidade”, consertou.

Antes ela afirmou: “O mundo é desigual. No meu país, tem 120 milhões de pessoas que estão passando fome. Nós tínhamos saído do Mapa da Fome e agora temos 33 milhões de pessoas que estão vivendo com menos de US$ 1 por dia. A sustentabilidade não é só econômica, não é só ambiental, ela é também social e é também política”.

Marina e Vanderlan já foram aliados

Em 2014, com a morte de Eduardo Campos (PSB), que disputava a eleição para presidente, Marina Silva assumiu a cabeça de chapa nacional, e tinha como aliado, concorrendo ao governo de Goiás, Vanderlan Cardoso, naquela época, filiado ao PSB.