Em um cenário político agitado em 2023, a cidade de Bom Jardim de Goiás vai receber a presença do governador Ronaldo Caiado (UB) neste sábado, 2. A cidade vai realizar eleições suplementares no domingo, 3. O partido do governador tenta eleger o vereador e prefeito interino Willian Gregório.

A saga no município teve início com a cassação do prefeito Odair Sivirino Leonel e seu vice, Manoel Oliveira Souza, desencadeando eleições suplementares.

O vereador Willian Gregório (UB), do mesmo partido do governador Caiado, emergiu como peça-chave nesse tabuleiro político ao assumir a prefeitura após a cassação de Odair. Entretanto, a trama ganha complexidade com a entrada de Marconi Perillo, que decidiu apoiar o ex-prefeito Baré, do PSDB, nas eleições suplementares.

A gestão “tampão” de Willian Gregório, em seus 50 dias de mandato tampão, trouxe mudanças significativas para a cidade. Medidas como a revitalização do cemitério municipal, dos trevos para Aragarças e Piranhas, e a reparação da infraestrutura viária demonstram um compromisso firme com a reconstrução do município.

Contudo, as ações do novo prefeito ocorrem em meio a uma atmosfera política tensa, onde o embate entre as forças de Caiado e Marconi continua a influenciar diretamente o futuro de Bom Jardim de Goiás.

Leia também: