O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assinou um decreto anunciando que o governo federal irá adiantar o pagamento do abono anual, também conhecido como décimo terceiro, para beneficiários do INSS nos meses de maio e junho.

Os segurados do INSS que receberam auxílio por incapacidade temporária, auxílio-acidente, aposentadoria, pensão por morte ou auxílio-reclusão durante este ano terão direito ao benefício.

Leia mais: Prova de Vida do INSS mudou; saiba o que fazer para não perder benefício

O pagamento será feito em duas parcelas, seguindo o calendário habitual de pagamentos do INSS. Normalmente, o benefício é pago apenas no segundo semestre do ano, mas desta vez serão pagos R$ 62,6 bilhões ao todo.

No governo Bolsonaro, o pagamento do 13º aos beneficiários do INSS também foi antecipado para estimular a economia.

Em 2020, as parcelas foram pagas entre abril e junho. Já em 2021, o pagamento aconteceu em maio e julho. Em ambos os anos, a justificativa foi à pandemia de Covid-19. Já em 2022, ano de eleições gerais, o pagamento se deu em maio e junho

Confira como ficou o calendário: