Três homens foram presos por pesca predatória e porte ilegal de arma de fogo, após serem flagrados com 40 kg de pescado e duas espingardas no Rio Verdão, divisa entre Tuverlândia e Maurilândia. O flagrante ocorreu neste domingo, 8, durante uma fiscalização no Batalhão Ambiental. 

Segundo o capitão Danillo Pinto, o trio ainda estava em posse de 22 redes de pesca, além de munições. A corporação chegou até os homens por meio de uma denúncia, onde algumas pessoas estariam realizando disparos de arma de fogo às margens do rio.

“Os indivíduos são moradores da cidade de Maurilandia, que fica bem próximo ao local do fato. Eles foram presos por conta da utilização das redes de pesca e pela quantidade superior à permitida. Ainda não estamos no período da piracema, que se inicia no mês de novembro e finda em fevereiro”, explicou.

O trio foi encaminhado à Delegacia de Rio Verde, de acordo com o capitão. O pescado, por outro lado, foi submetido à análise da Vigilância Sanitária Municipal e, então, doado a uma instituição beneficente da cidade rioverdense. 

“A operação irá continuar uma vez que ações direcionadas como estas devem ocorrer rotineiramente, pois estamos prestes a iniciar o período de piracema. Estamos com grande demanda de reclamações com ações predatórias no Rio Verdão”, concluiu.