A polícia prendeu um homem suspeito de agredir a companheiro na porta de uma igreja em Aparecida de Goiânia. No momento da agressão, a jovem de 20 anos estaria com um bebê no colo e, além das agressões físicas, teria sido xingada por causa de ciúmes do agressor. Os vizinhos ligaram para a Delegacia da Mulher para avisar da agressão. O crime aconteceu nesta terça-feira, 10.

Segundo a delegada Cybelle Tristão, a mãe do homem, que mora na igreja, tentou separar a briga, mas não conseguiu. “Ela ligou pro pai dele, que é o pastor e estava trabalhando como motorista de aplicativo, que se deslocou de imediato até o local”, contou. Quando o pai do agressor chegou, a polícia já tinha chegado. No momento da agressão, não havia nenhum fiel na igreja.

De acordo com a delegada, o suspeito passaria nesta terça-feira por audiência de custódia. Já a mulher não quis solicitar medida protetiva. “Ela alegou que vai dar um rumo pra vida dela e como é um direito da vítima pedir ou não essa medida, nós não solicitamos”, explicou Cybelle.