Um candidato a soldado da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul (PM-MS) morreu após passar mal em Teste de Aptidão Física (TAF). A avaliação era realizada em Campo Grande nessa quinta-feira, 3. Arthur Matheus Martins Rosa, de 25 anos, saiu de Goiás e foi para Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, fazer o teste. Ele foi socorrido e levado para o hospital, mas não resistiu e foi a óbito nesta sexta-feira, 4.

Um vídeo mostra quando Arthur tenta realizar a prova de corrida. Exausto, ele cai, levanta e cai novamente na pista, ao perder todas as forças. Nas imagens, há outros candidatos, inclusive uma mulher que passa próximo a ele. 

Pelo certame, os candidatos aprovados nas provas objetivas da polícia precisam passar por três testes físicos: elevação na barra fixa, 32 abdominais e corrida de 2.400 metros em até 12 minutos. Entretanto, aquele que não completa qualquer uma das fases é reprovado.

O Estado do Mato Grosso do Sul registra, nos últimos dias, forte calor e baixa umidade do ar, isso pode ter provocado desgaste nos participantes.

Por nota, a Secretaria Estadual de Administração (SAD) lamentou a morte do candidato e informou que todas as providências serão tomadas para investigar o caso. Além disso, exigiu que a apuração sobre o caso seja célere e minuciosa para evitar futuras tragédias como essa. Já o governo de Mato Grosso do Sul prestou condolências à família e amigos do candidato. Os familiares ainda não informaram onde e quando será o sepultamento do corpo.

Nota do governo de MS na íntegra

Apesar de todo arcabouço legal que as provas de teste físico requerem, bem como todo cuidado e responsabilidade pela aplicação da mesma é necessário uma apuração célere que não deixe margens para novas tragédias, motivo pelo qual já iniciou uma apuração isenta e objetiva.

O governo do Estado de Mato Grosso do Sul lamenta profundamente o óbito ocorrido em decorrência do TAF (Teste de Aptidão Física) da prova da Polícia Militar, de um candidato de 25 anos oriundo do Estado de Goiás, e informa que já determinou que sejam tomadas as devidas providências para esclarecer o fato, com compromisso de apurar as possíveis negligências e responsabilidades.

Assista ao vídeo:

Leia também:
Homem é esfaqueado pelo namorado da colega de trabalho em Goiânia
PMGO, batalhão rural e PMDF fazem mega operação com prisões e apreensão de drogas