A Delegacia de Polícia Civil de Porangatu investiga o assassinato de um recém-nascido, que ocorreu na madrugada deste domingo, 5. A principal suspeita é de que a mãe, uma adolescente de apenas 14 anos, deu à luz no banheiro da casa de uma tia, e em seguida tirou a vida da própria filha com uma faca. O corpo da criança foi descartado em um saco de lixo.

O acontecido foi descoberto quando a jovem chegou a um hospital da cidade com hemorragia, alegando que havia sofrido um aborto. De acordo com a Polícia Civil (PC), ela escondeu a gravidez até quando pôde, mas os médicos constataram um parto recente. Quando os familiares foram informados, procuraram e encontraram o corpo da criança recém-nascida.

Após este momento, a equipe da Polícia Civil foi acionada e a partir de então iniciou-se as investigações, assim como foram realizadas perícias no local. A Adolescente recebe os devidos cuidados médicos, razão pela qual ainda não pode ser ouvida. As investigações continuam. Por ser menor de idade, ela responderá por ato infracional análogo ao crime de infanticídio.