Um homem invadiu o estúdio da Rádio Sucesso em Catalão, no sul de Goiás, neste sábado, 20. Uma câmera da própria emissora mostrou ao vivo quando ele abriu a porta sem permissão e começou a agredir verbalmente e a ameaçar a equipe que trabalhava, comandada pelo radialista Mamede Leão.

Os comentaristas estavam fazendo considerações sobre um caso ocorrido na véspera, em que um suposto motorista do prefeito Adib Elias (sem partido), conhecido como Juninho, teria intimidado a equipe da emissora. Nesse momento, o homem invadiu o estúdio e, empurrando os presentes, começou a gritar ameaças. Segundo Mamede, o agressor é irmão do motorista do prefeito e se chama Jardel.

Mais tarde, o radialista falou sobre o episódio constrangedor em seu perfil no Facebook. “Nós não fomos, felizmente, machucados. Mas nós fomos agredidos fisicamente, os vídeos são claros. Quem agrediu tem nome e endereço. É irmão do motorista do prefeito Adib Elias. Ele chama Jardel. Ele disse no final para eu tomar cuidado com o que eu falasse de agora para frente”.

Além dos dois radialistas, o homem esbravejou ameaças contra o deputado estadual Gustavo Sebba (PSDB). “Eu me senti ultrajado. Mas estou falando aqui por mim. Eu sou da comunicação, sou historiador e sou professor. Tenho 52 anos. Eu acho que nenhuma pessoa que é democrática, liberal, vai concordar com o que aconteceu”, afirma.

Mamede reforçou que, no dia anterior, a equipe da Rádio Sucesso havia sido intimidada. “Tudo isso tem nome. O culpado chama-se prefeito de Catalão, Adib Elias, que colocou o motorista dele para fazer isso [ameaça] ontem e hoje colocou o irmão do motorista”, acusa.

De acordo com o radialista, a perseguição à rádio ocorre por causa das denúncias feitas sobre a gestão do município. “Por exemplo, vai ter um show em um local público, que vai cobrar ingresso, que é o genro do prefeito que está fazendo a festa. Só aí explica tudo e temos outras denúncias que estamos apurando”, acentuou Mamede, no vídeo do Facebook.

O radialista disse que o agressor fugiu do local, embora teria dito que aguardaria a polícia. Ele contou que na frente da Rádio Sucesso havia outras pessoas. Antes da invasão, o deputado Gustavo Sebba estava sendo entrevistado.

Outro lado

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Catalão informou que não há qualquer ligação desse episódio com a administração municipal e nem com o prefeito Adib Elias. Segundo informações, Jardel, citado pelo radialista, não é funcionário da prefeitura e não teria ligação com o prefeito. “A motivação do ocorrido foi única e exclusivamente de cunho pessoal, particular, entre os envolvidos”, conclui a assessoria. 

Visualizar notícias