O historiador e comentarista Leandro Karnal, de 59 anos, virou alvo de duras críticas e comentários homofóbicos após assumir ser casado com um cantor 32 anos mais novo. Karnal, porém, não deixou comentários passarem despercebidos e usou as redes sociais para rebater os seguidores.

Conhecido por não revelar detalhes de sua vida pessoal, Karnal havia publicado uma foto na última sexta-feira, 6, ao lado do marido, Vitor Fadul, de 27 anos, revelando que estão juntos há quatro anos. O post, com cerca de 390 mil curtidas, desencadeou uma série de ataques contra o casal.

Um internauta, por exemplo, questionou: “Diante da decisão mais importante da vida, você escolhe alguém com metade da sua idade? Eis aí a sabedoria incoerente”.

O comentarista não gostou nada do comentário e respondeu o seguidor com ironia: 

“Se eu precisar, um dia, casar de novo, lembre-me de obter seu conselho antes. Minha meta é ter uma vida como a sua!”.

Ataques 

Para uma mulher que se disse decepcionada com ele porque ele mereceria uma “linda mulher” ao lado e não um “guri”, que está mais para ser filho dele, Karnal afirmou: “e o lema da sua bio é ‘cuidando da minha vida’. Vc escreveu mesmo? Leu?”.

Um outro seguidor disse não ter “nada contra”, mas que o único amor que deveria existir entre dois homens seria o amor de pai para filho ou irmão. Disse ainda que estavam “indo contra os princípios de Deus” e sugeriu a leitura de um versículo bíblico do livro de Levítico.

Karnal, então, respondeu:

“Levítico apoia poligamia e condena à morte quem trabalha aos sábados. E leu o que o livro diz sobre escravidão?”.

O historiador também recebeu o apoio de milhares de seguidores. Um dos que saíram em sua defesa postou:

 “Sou psicólogo, e aos que se sentirem incomodados com a felicidade alheia me mandem msg, tenho horário disponível”.