As últimas pesquisas eleitorais na Argentina apontam empate técnico entre o extremista de direita Javier Milei e o governista Sergio Massa no segundo turno. Como no primeiro turno, os cenários apresentados são bastante acirrados para o novo ocupante da Casa Rosada. No entanto, até poucos dias, a maioria dos levantamentos mostram vantagens para Milei, mas a o peronista tem diminuído a diferença.

Um estudo feito pelo jornal O Globo chegou a um resultado da média dos últimos 15 levantamentos registrados na Justiça argentina. Os números tornam esta eleição presidencial atípica naquele país. Com o governista e principal herdeiro do peronismo e o outsider radical na disputa de voto a voto.

Entretanto, os números médios das 15 últimas pesquisas dão vantagens para Milei, que conseguiu somar 51,1% ante 48,8% de Massa: 48,8%. Assim, a um dia para os argentinos irem às urnas, o cenário é bem próximo do resultado do próximo domingo, 19.