O indiano Tapas Sandilya regiu à morte de sua esposa – por Covid-19, em 2021 – de uma forma inusitada. Casado por 39 anos, ele decidiu investir numa réplica hiper-realista em tamanho natural da esposa. Funcionário público aposentado de Calcutá, ele gastou R$ 165 mil para adquirir a cópia.

A reprodução de Indrani, que tinha 59 anos quando morreu, fica exposta no sofá da sala de estar da casa em que o casal viveu. Feita com silicone, a réplica pesa 30 kg e está vestida com sári de seda que vestiu no casamento do filho e algumas de suas joias de ouro favoritas.

Cópia fica sentada no sofá da casa onde o casal viveu | Foto: Reprodução/Times of India

Tapas contou ao jornal Times of India que teve a ideia de reproduzir a esposa ao lembrar de uma viagem que fez ao lado dela a um templo hindu. No local, a mulher ficou encantada ao ver uma estátua religiosa realista e pediu que tivesse uma própria. “Foi então que Indrani me contou sobre seu desejo de que uma estátua semelhante dela fosse feita se ela morresse antes de mim”, explicou o viúvo.

A obra foi realizada em seis meses, pelo escultor Subimal Dias, especializado em figuras de cera, fibra de vidro e silicone.