O Instituto Politécnico de Rensselaer, localizado em Nova York (EUA), está movendo um processo contra uma empresa de limpeza devido a um incidente inacreditável. De acordo com o site The Sun, um faxineiro, irritado com o barulho de um dos equipamentos no laboratório, decidiu simplesmente desligar o congelador que mantinha culturas de células e outras amostras para estudos há 25 anos.

O congelador operava a uma temperatura constante de -45ºC. No momento em que foi desligado, a temperatura subiu para -4ºC, o que tornou todo o material inservível, causando um prejuízo estimado em mais de R$ 6 milhões. O Rensselaer, considerado a primeira universidade de pesquisa tecnológica dos Estados Unidos, fundada em 1824, entrou com um processo contra a empresa que terceirizou o faxineiro.

De acordo com o relato do The Sun, havia uma placa no congelador explicando como desligar o sinal sonoro sem afetar o funcionamento do equipamento, mas ela foi ignorada. Agora, a equipe do laboratório percebe que se tivesse dedicado cinco minutos para instruções básicas e garantir a atenção dos funcionários, muitosproblemas e decepções poderiam ter sido evitados.