O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), alerta a população para que fique sempre atenta às tentativas de golpe de facilitação na aquisição de moradias. “A Agehab não autoriza pessoas, associações ou entidades a negociarem acesso à inscrição, sorteio de moradias e concessão de subsídios. O programa estadual Pra Ter Onde Morar presta serviços à população de maneira totalmente gratuita”, destaca o presidente da Agehab, Alexandre Baldy.

O gestor lembra que nenhuma taxa é cobrada de candidatos aos programas habitacionais do Governo de Goiás. “Nenhuma cobrança pode ser feita em nome da Agehab. Todas as inscrições são gratuitas”, salienta. Ele ressalta que as casas a custo zero, por exemplo, são construídas com 100% de recursos estaduais, em parceria com prefeituras que viabilizam terreno e infraestrutura. “Ninguém pode cobrar por um serviço público”, ressalta.

O mesmo vale para moradias subsidiadas pela modalidade Crédito Parceria, em casos de financiamento imobiliário junto a instituições financeiras como a Caixa Econômica Federal. “No caso desta modalidade, o Estado entra com o valor de entrada da unidade habitacional, sem qualquer tipo de cobrança financeira por esse subsídio estadual”, reforça Alexandre Baldy.

Todas as inscrições para benefícios habitacionais são feitas exclusivamente pelo site www.agehab.go.gov.br, o que engloba as casas a custo zero, os financiamentos do Crédito Parceira ou as inscrições do programa Aluguel Social. Em todos os casos, as famílias precisam atender a critérios de vulnerabilidade social, que variam conforme a modalidade e a faixa de renda familiar máxima. Todas os detalhes dessas informações estão disponíveis no site da Agehab.

Em casos de dúvidas, qualquer pessoa interessada pode procurar os canais oficiais da Agência nas redes sociais, telefones ou pessoalmente, na sede da Agência em Goiânia. É importante frisar que quando alguma seleção está em andamento, a Agehab divulga amplamente via imprensa e pelos mesmos canais de comunicação usados para resolver as dúvidas da população.

Há poucos dias, a Polícia Civil de Goiás deflagrou operação contra associação suspeita de praticar golpe com moradias populares que resultou em mandados de busca, apreensão e prisões. “Nós parabenizamos o trabalho desenvolvido pela Polícia Civil, que vem atuando de maneira exemplar para investigar e indiciar casos suspeitos que chegam à própria Agência e são repassados às autoridades”, pontua Alexandre Baldy.