O governador Ronaldo Caiado (UB), e a esposa dele, a primeira-dama Gracinha Caiado, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, o presidente da Alego, Bruno Peixoto, e da Câmara Municipal, Romário Policarpo, e o prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano, prestaram homenagens a Iris de Araújo.

“Com grande pesar, Gracinha e eu recebemos a notícia do falecimento de Iris de Araújo Rezende Machado, ocorrido nesta terça-feira, 21. Dona Iris, como era conhecida, exerceu grande protagonismo na política estadual ao lado de Iris Rezende, com quem foi casada por mais de 50 anos”, escreveu Caiado.  

Rogério Cruz e Romário Policarpo decretaram luto de três dias na capital. “Diante da contribuição história de Iris de Araújo ao desenvolvimento e bem-estar da capital Goiânia e do Estado de Goiás, decretamos luto oficial por três dias”, informou o prefeito.

“Nossos sentimentos mais profundos de pesar à família, aos amigos e aos eleitores de Iris pela irreparável perda, com a certeza e o conforto de que sua trajetória está registada na história de Goiás e, em especial, de Goiânia”, citou o presidente da Câmara, ressaltando que a Casa estará com luto de três dias.

Para o presidente da Alego, Bruno Peixoto, dona Iris deixara um legado “para sempre na história de Goiás. Uma mulher que dedicou a vida em prol da população goiana”.