O procurador de Justiça Paulo Sérgio Prata Rezende foi o candidato mais bem votado na eleição para o cargo de procurador-geral de Justiça de Goiás, com 223 votos. Em segundo, o promotor de Justiça Cyro Terra com 214 votos, enquanto o promotor Carlos Vinícius Alves Ribeiro conquistou 189 votos.

Paulo Prata, Cyro Terra e Carlos Vinícius

Os três integrarão a lista tríplice a ser encaminhada ao governador Ronaldo Caiado, a quem cabe a nomeação do chefe do Ministério Público para o biênio 2023-2025. Ao longo do tempo, existe uma expectativa de que o executivo escolha mais o mais votado, do contrário não faria sentido a eleição, mas a escolha não precisa ser necessariamente vinculada à quantidade de votos.

Ao todo, 436 membros do MP (promotoras, promotores, procuradoras e procuradores) participaram da eleição. A abstenção foi de 0,9%. Houve 4 votos em branco. O resultado final da votação no Ministério Público de Goiás (MPGO), realizada nesta sexta-feira, 3, foi proclamado pela Comissão Eleitoral às 17h02, na sala do Colégio de Procuradores de Justiça.

Votação utilizou o sistema eletrônico do e-Voto
Na votação deste ano, conforma aprovado pelo Colégio de Procuradores de Justiça, foi utilizado o sistema eletrônico de votação do MPGO, o e-Voto.

Os votos foram apurados pela Comissão Eleitoral, comandada pela procuradora de Justiça Eliane Ferreira Fávaro e integrada pelo procurador Luiz Gonzaga Pereira da Cunha e pela procuradora Sandra Beatriz Feitosa de Paula Dias.

*com informações