Será na sexta-feira, 3, das 8 às 17h, a eleição no Ministério Público de Goiás (MP-GO) que vai decidir quem será o novo procurador-geral do Estado. Em ordem alfabética, os candidatos são: os promotores de Justiça Carlos Vinícius Alves Ribeiro e Cyro Terra Peres e o procurador de Justiça Paulo Sérgio Prata Rezende.

A eleição funciona assim: os promotores e procuradores votam. Eles podem escolher até três candidatos usando o sistema eletrônico de votação, chamado de e-voto. Os mais votados formam a lista tríplice que é enviada para escolha pelo chefe do Poder Executivo estadual.

Depois, o governador — Ronaldo Caiado (União Brasil) — escolhe um dos candidatos. A escolha do Executivo não precisa ser necessariamente vinculada à quantidade de votos.

No primeiro ano de mandato, Ronaldo Caiado acabou escolhendo o terceiro da lista — Aylton Vechi — e que foi reconduzido no biênio seguinte. Entre as fontes consultadas, indica-se a necessidade de renovação do comando do MP. Auxiliares próximos ao governador disseram que ele não sinalizou qualquer preferência pessoal e que vai aguardar o resultado das eleições.

Neste ano, a Comissão Eleitoral do pleito será presidida pela procuradora de Justiça Eliane Ferreira Fávaro e integrada pelo procurador Luiz Gonzaga Pereira da Cunha e pela procuradora Sandra Beatriz Feitosa de Paula.

No sábado, 28, a instituição promoveu debate entre os postulantes ao cargo. Carlos Vinícius e Cyro Terra compareceram para apresentar suas propostas. Paulo Prata e seus apoiadores não foram à reunião.

Nos bastidores, a informação é de que Carlos Vinícius tem ampliado sua popularidade nos últimos dias graças à campanha corpo-a-corpo. Cyro tem intensificado a presença nas mídias sociais e Paulo Prata tem feito campanha visitando o interior.

Cyro Terra é apontado como o candidato de Aylton Vechi. Paulo Prata é tido como “muito” ligado ao vice-governador Daniel Vilela. Carlos Vinicius tem bom trânsito no caiadismo. O comentário geral é que os três representam bem o Ministério Público e, portanto, a sociedade.