A Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO) deu início na terça-feira, 21, a uma série de visitas em maternidades estaduais e municipais localizadas em Goiânia. As primeiras instituições a passarem por inspeção foram a Maternidade Nascer Cidadão e o Hospital Estadual da Mulher (HEMU).

A vistoria foi conduzida pelo titular da 6ª Defensoria Especializada de Atendimento Inicial da Capital, defensor público Gustavo Alves de Jesus, e pela coordenadora do Núcleo Especializado de Defesa e Promoção dos Direitos da Mulher (Nudem), defensora pública Tatiana Bronzato.

Motivada por uma série de denúncias de violações aos direitos de gestantes durante atendimentos em maternidades da capital, a DPE-GO iniciou as inspeções para coletar informações sobre os serviços prestados nas unidades de saúde, seu funcionamento e as condições a que as mulheres em gestação estão sujeitas.

Durante as visitas, a equipe também dialogou com as direções dos hospitais, ouviu as demandas dos funcionários e coletou relatos de pacientes internados.

As visitas continuarão na próxima semana. Conforme destacado pelo defensor público Gustavo Alves de Jesus, ao término das inspeções, será elaborado um relatório detalhado, apresentando as condições observadas e propondo as medidas necessárias para assegurar que os serviços prestados às gestantes sejam seguros.

Ainda não há um relatório parcial das primeiras visitas realizadas. Segundo a DPE-GO, o relatório final está previsto para ser concluído em meados de dezembro.

Leia também: