O prefeito Rogério Cruz (Republicanos) deve comparecer à Câmara Municipal, no próximo dia 12 de dezembro, às 8 horas, para prestar contas de sua gestão à frente da Prefeitura de Goiânia, referentes ao segundo quadrimestre de 2022. A informação é do presidente da Comissão Mista, vereador Cabo Senna (Patriota). Essa reunião estava agendada para o dia 31 de outubro, porém foi adiada porque havia pouca expectativa de quórum por ser um dia depois da eleição geral do segundo turno.

Segundo exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal, o chefe do Poder Executivo deve prestar contas relativas ao cumprimento das metas fiscais de sua administração ao Poder Legislativo, a cada período de quatro meses (janeiro-abril; maio-agosto; setembro-dezembro).

Na ocasião, o líder do Executivo deverá apresentar aos vereadores relatório da gestão fiscal, da situação econômica do Município. Além disso, do cumprimento das determinações legais quanto à aplicação de verbas nas áreas de educação e saúde, custos da manutenção da administração pública e de investimentos.

Cruz deverá ainda detalhar receitas e despesas da administração municipal, entre maio e agosto (segundo quadrimestre) de 2022. Ele também vai explicar os investimentos e da aplicação de recursos constitucionais para saúde e educação.