O técnico do Goiás, Guto Ferreira, recebeu pedidos de desculpas do programa “TBC Esportes”, do canal TV Brasil Central (TBC), nesta segunda-feira, 23, após ser alvo de declarações gordofóbicas de um dos participantes. A apresentadora Thaís Freitas e o comentarista Lucas Nogueira participaram do programa com o treinador do Goiás.

Lucas Nogueira fez no dia 15 de janeiro uma brincadeira preconceituosa a respeito da aparência física do treinador durante o clássico contra o Atlético-GO. Lucas foi afastado da emissora no mesmo dia do episódio.

“Nós temos um microfone aqui que se chama lapela. No Guto não tem como colocar. Você pode olhar na coletiva, não tem mais pescoço. Não tem mais divisória. Precisa cuidar disso”, disse Lucas Nogueira. No momento do comentário a apresentadora Thaís Freitas soltou uma gargalhada e o comentarista Jean Lopes questionou se o profissional do Goiás estaria “comendo muita pamonha”.

“Em nome da TV Brasil Central, estamos todo aqui reunidos para pedir desculpas e dizer que a TV Brasil Central não compactua com nenhum tipo de comentário, com nenhum tipo de ofensa à dignidade humana. A gente prima pelo respeito, pelo diálogo com as pessoas, e a gente está com o Lucas ao seu lado para ele novamente reiterar o pedido de desculpas”, iniciou a apresentadora.

Após a iniciação da apresentadora do programa, Guto apareceu ao lado de Lucas Nogueira, que pediu desculpas pessoalmente ao treinador do Goiás. O comentarista se mostrou arrependido com as falas gordofóbicas que atingiram o técnico. Ele pediu que o caso se encerrasse e chegou a relatar que recebeu ameaças de morte.

“No último dia 15, errei. No mesmo dia 15, pedi desculpas nas minhas redes sociais. Hoje tenho a oportunidade de estar ao lado do Guto Ferreira para pedir desculpa pelo erro que cometi. Já deixo bem claro que isso não irá se repetir. Peço desculpas novamente. Estou aqui para pedir desculpas e espero que esse assunto se encerre, porque estamos recebendo até ameaças de morte, e o futebol é paz, alegria, diversão”, disse o comentarista.

Logo após, Guto também deu uma declaração sobre o assunto. O treinador afirmou que trata o assunto como uma página virada e que “em nenhum momento” levou para o lado pessoal”. Os dois chegaram a se abraçar durante o programa para selar o fim do caso.

“Em momento algum eu levei para o lado pessoal o tipo de colocação. Eu sei que na comunicação é muito fácil cometer erros, porque a comunicação não é só quem fala é também quem recebe. Essa questão não está me ofendendo de maneira alguma, mas de certa forma, você também tem que se pronunciar. Para mim é caso superado”, declarou o treinador.

Nota

Após oito dias do fato, a Agência Brasil Central (ABC), por meio do presidente Reginaldo Júnior, se manifestou nas redes sociais nesta segunda-feira, 23, por nota a respeito do assunto. “A ABC informa que tomou todas as medidas cabíveis em relação ao infeliz episódio envolvendo o comentarista Lucas Nogueira e o técnico do Goiás, Lucas Nogueira, ocorrido no último dia 15 de janeiro. O profissional foi afastado das transmissões esportivas da televisão e pediu desculpas por sua atitude tanto em redes sociais quanto no programa TBC Esporte – 1ª edição do dia seguinte”.

A Agência complementa que não compactua com quaisquer iniciativas que ofendam a honra e a dignidade humana, primando pelo respeito e pelo diálogo entre as pessoas. “O presidente da Agência Brasil Central, Reginaldo Júnior, lamenta e repudia o ocorrido e vai fazer campanhas contra qualquer preconceito na programação da Agência”.