O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) recomendou à Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) gratuidade do transporte coletivo na Região Metropolitana de Goiânia no dia 30 de outubro, data do segundo turno da disputa presidencial. O pedido foi feito pela Federação Brasil da Esperança de Goiás – FE Brasil/GO (PT, PCdoB e PV).

A medida, que tem o objetivo de contribuir para que o cidadão exerça o seu direito de votar, conta com o respaldo de decisão firmada pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), na qual ele declara: “Fica reconhecido que os municípios podem, sem incorrer em qualquer forma de ilícito administrativo, civil, penal ou eleitoral, promover política pública de transporte gratuito no dia das eleições, em caráter geral e sem qualquer discriminação, como forma de garantir as condições materiais necessárias para o pleno exercício do sufrágio ativo por parte de todos os cidadãos”.

“Queremos eleições limpas, democráticas e com ampla participação do eleitorado na definição do futuro do Brasil”, frisou a presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), Kátia Maria.