O parque temático Beto Carrero World, localizado no norte de Santa Catarina, divulgou na quarta-feira, 26, uma promoção que gerou polêmica nas redes sociais. No anúncio, havia um incentivo para que eleitores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não fossem votar no segundo turno. Enquanto, em outro post havia um desconto em ingressos para quem estivesse com as cores da bandeira do Brasil.

Em um post com a cor vermelha e com alusão à sigla do Partido dos Trabalhadores (PT), a promoção anunciada valeria apenas para o mesmo dia e horário das eleições. “Para quem reclamou da promoção verde e amarelo, chegou o passaporte Para Todos! Chega de briga… Convide seu amigo petista e divirta-se o dia inteiro com ele! Vale somente domingo (30/10), para quem vier de vermelho, entrar antes das 8h e sair depois das 17h”, disse a publicação no Instagram.

O empresário Alexandre Murad, presidente do conselho do Beto Carrero World, também é alvo de outras ações do ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Conhecido pelo apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL), ele também doou R$ 80 mil para a campanha de Jorginho Mello (PL) para o governo catarinense.

A campanha de Lula ainda informou que não irá se manifestar sobre o caso.