Durante o último dia de campanha, o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) realizam atos neste sábado, 29, nos maiores colégios eleitorais do Brasil. Com menos de um dia para o início da votação para o segundo turno, o atual governante está em Minas Gerais, enquanto o candidato petista foi para o estado de São Paulo.

Considerado um dos estados chave para as eleições presidenciais, Minas Gerais é o último alvo de campanha de Bolsonaro. O presidente da República tenta com o último esforço reverter a vantagem de 500 mil votos em relação ao oponente. Dessa forma, ele realiza uma “motocarreata” em Belo Horizonte, capital do estado.

Depois, o atual presidente irá ao Rio de Janeiro para uma outra carreata antes do domingo e voltará para Brasília, depois de votar na capital fluminense. Ele acompanhará a apuração dos votos do Palácio da Alvorada.

Por outro lado, Lula ficará apenas em São Paulo, principalmente na capital paulista. Assim como o rival em Minas Gerais, ele busca reverter uma desvantagem de cerca de 1,7 milhão de votos no estado. Para isso, o nome do PT fará evento na Avenida Paulista com o vice Geraldo Alckmin (PSB) e o candidato ao Governo Fernando Haddad (PT).

O petista sairá de São Paulo apenas para votar em São Bernardo do Campo, mas retornará para a capital onde acompanhará a apuração dos votos.