Com 99,99% das urnas apuradas, o presidente Jair Bolsonaro (PT) venceu em Goiás com 1.920.203 votos, o que lhe rendeu 52,16% de aprovação. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teve 1.454.723 votos, com 39,51% de índice eleitoral. O petista venceu principalmente nos municípios da região Norte do Estado. O atual chefe do Executivo dominou a Sudoeste, Sul, Centro, Oeste e Entorno do Distrito Federal, apesar de pouca vantagem em relação ao seu principal adversário.

Na Região Metropolitana, Bolsonaro dominou o eleitorado. Em Goiânia, ele obteve 445.715 votos, contra 262.845 de Lula. Em Aparecida, Bolsonaro obteve 128.323 votos. Já o líder sindical alcançou 100.800 votos.

Um dos municípios que rendeu mais índice de votos para Lula em Goiás foi Cavalcante. Por lá, ele teve 79,42% dos votos, contra 14,72% de Bolsonaro. Monte Alegre o petista teve 67,08% e Bolsonaro 26,09%. No extremo Norte, divisa com a Bahia, em Campos Belos, o ex-presidente teve 59,70%, enquanto o candidato à reeleição 34,35%.

Mesmo em liderança, Bolsonaro não ampliou grande vantagem na região Sudoeste, dominada pelo agronegócio. Em Rio Verde, Jair Bolsonaro teve 55,56% dos votos válidos e Lula 37,66%. Na vizinha Jataí Bolsonaro obteve 56,97% e Lula 36,29%. Doverlândia há um empate técnico. Por lá, Bolsonaro atingiu 47,37% dos votos e Lula 45,85%, o que indica uma eleição polarizada.