A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Administração (Semad), convocará, nos próximos dias, 2.479 aprovados no último concurso público realizado pela gestão municipal para atender às áreas de saúde, educação, assistência social, esportes e infraestrutura.
 
O número é superior ao previsto inicialmente, de 1.376 vagas, e em muitos cargos já será realizada a convocação dos aprovados no cadastro de reserva do certame. É o caso do cargo de auxiliar de atividades educativas, que tinha previsão para 200 vagas, e serão chamados — já nesta primeira convocação — outros 200, totalizando 400 convocados.

“Vamos reforçar nosso time de colaboradores que busca, diariamente, garantir qualidade nos serviços oferecidos à população”, destaca o prefeito Rogério Cruz. Para os cargos de Agente Comunitário de Saúde (ACS), com previsão de 64 vagas, e de Agente de Combate às Endemias (ACE), 50 vagas, serão convocados 116 e 260 profissionais, respectivamente.
 
Segundo o secretário de Administração, Denes Pereira, o grande número de convocados, já no primeiro chamamento para o concurso, demonstra a demanda pelos profissionais.
 
“Ficamos 10 anos sem um concurso de grande porte, Goiânia cresceu em população, número de obras, prédios públicos, e aumentou a necessidade de oferta de serviços. Por isso, a necessidade de repor nosso quadro de servidores”, afirma o titular da Semad.
 
O secretário frisa que novos chamamentos podem ocorrer dentro do prazo estabelecido de dois anos, e que podem ser prorrogados por outros dois. “Já em muitos cargos, quase a totalidade do cadastro de reserva será chamado”, explica Denes Pereira.
 
Organizado pelo Instituto Verbena, antigo Centro Seleção da UFG, o certame contou com 100.535 candidatos a cargos em todos os níveis (fundamental, médio e superior). As provas foram realizadas em maio e junho do ano passado e o resultado foi homologado no dia 30 de setembro.
 
Convocação
A área com o maior número de profissionais que serão chamados nesta primeira convocação é a saúde, com 1.395 aprovados. Dentre eles, 378 técnicos, 376 agentes de saúde, 189 auxiliares e 184 médicos.
 
Para a educação, serão 715 novos servidores, 600 para a área administrativa e 115 professores, a maioria pedagogos, 100, e das áreas de arte, libras e educação física.
 
Na assistência social, o quadro será renovado com 259 profissionais, entre eles, 60 assistentes sociais, 60 psicólogos e 133 educadores sociais.
 
E na Secretaria de Infraestrutura, o chamamento será de 58 aprovados para atuar na própria Seinfra, incluindo 41 engenheiros civis, 7 engenheiros elétricos e seis arquitetos, além de outros 19 profissionais destas áreas espalhados por secretarias da Prefeitura de Goiânia.
 
No esporte, serão chamados 40 profissionais de educação física, analistas de cultura e desporto com atuação na Secretaria Municipal dos Esportes (Smesp) em projetos e atividades do órgão.