Adriana Gomes da Silva

Depois de muitos anos de estudos e de pesquisa, chegamos a um resultado esperado por muitos: a fosfoetanolamina, a esperança de vencer o câncer. Infelizmente, acham que é um medicamento que não precisa ser testado. Como isso pode estar acontecendo, se todos os medicamentos do mercado são testados, desde um simples analgésico para tirar uma pequena dor? Como podem achar que não precisam testar um medicamento para curar o câncer, sendo esta uma das doenças mais complexas e perigosas que existem? Será que estão “cansados” e não dão conta mais de fazer mais nenhum teste? Ou acham que são os “homens do futuro” e que já sabem do resultado? Se for isso, maravilha, nossos problemas vão ser resolvidos de agora em diante sem precisarmos de tanto esforço e dedicação.

E-mail: [email protected]