Deputado estadual Carlos Antônio quer Solidariedade no protagonismo | Foto: Y. Maeda
Deputado estadual Carlos Antônio quer Solidariedade no protagonismo | Foto: Y. Maeda

O Solidariedade (SD) vai lançar candidatura à Prefeitura e articula criação de bloco político com objetivo de eleger pelo menos seis vereadores nas eleições de 2016. O partido, que é liderado pelo deputado estadual Carlos An­tônio, em breve vai anunciar a criação do bloco político denominado G5, formado por três grandes partidos e dois médios, que promete chegar ao período eleitoral do ano que vem com capilaridade política. O parlamentar não revela quais são as siglas que vão compor o agrupamento partidário, mas, nos bastidores, informações dão conta de que o PT do prefeito João Gomes e o PMDB seriam as legendas de maior envergadura para constituir esta frente.

De acordo com Carlos An­tônio, a candidatura à prefeitura é um ponto no qual o partido não abre mão. Ele afirma que seu nome tem sido ventilado juntamente com outros quadros do SD que também estariam angariando espaço para o projeto ao Exe­cutivo. Diante da atual conjuntura política, levando em conta que a sigla do parlamentar tem participado da atual administração — Ilmar Lopes da Luz é o secretário municipal de Obras —, tudo indica que, no afunilamento do processo eleitoral, a situação pode ser outra.

Se de fato o Solidariedade anapolino caminhar ao lado do PT, dificilmente o prefeito João Gomes abrirá mão da cabeça de chapa. Deste modo, Carlos Antônio seria empurrado para a vice do atual prefeito, vaga esta que ainda está em aberto e tem sido alvo de especulações e movimentações até mesmo dentro do PT. Inclusive lideranças da oposição tem apostado que o SD não caminharia sem o PT em 2016 e, muito menos, ofereceria resistência para a cabeça de chapa ao petista numa eventual aliança.

Meta de seis vereadores

Em relação às eleições para o Legislativo, o SD trabalha para lançar uma chapa com 53 candidatos à Câmara Municipal, sendo que três deles — Amilton Filho, Mauro Severiano e Vespasiano dos Reis — vão disputar a reeleição. Carlos Antônio afirma que a maioria dos quadros que vão à disputa pelas vagas no Legislativo é predominantemente formada por nomes com experiência eleitoral. “O time de 53 candidatos será de nomes expressivos, de lideranças que já disputaram eleições”, diz.

De acordo com o vereador Amilton Filho (SD), o partido busca uma coligação ampla para fazer uma bancada recorde na Câmara. Em 2012, o grupo político de Carlos Antônio — à época no PSC — fez quatro vereadores. Agora, a meta será repetir o feito e avançar sobre pelo menos duas vagas. No último pleito, Amilton obteve 2.965 votos, terminando aquela eleição como o mais bem votado de sua sigla e o segundo no quadro geral de Anápolis. “Carlos Antônio é o candidato à prefeitura e nós vamos trabalhar para fazer no mínimo seis vereadores”, ressalta.