Eu lembro que na TV a cabo tinha uma emissora chamada People and arts e que sempre passava em sua programação alguma vídeobiografia de algum artista famoso. Era o ano 2000. Foi nesta época que eu vi um documentário sobre a vida do Elvis em seus vários momentos. Já perto do final do vídeo e mostrando o final da carreira dele, vi uma imagem do Elvis cantando “Unchained Melody”. Ele bem mais gordo, suando muito, mas com uma voz inigualável. “Caramba! Elvis cantando a música do filme “Ghost”, pensei. Era bonito ouvi-lo cantar tão bem e ver que, fisicamente, ele não estava tão bem. Eu não sabia da sua decadência física em meados dos anos 1970. O vídeo mostrava Elvis sentado ao piano enquanto o fiel assistente Charlie Hodge segurava o microfone.

O show que o Rei do Rock cantou a música do filme “Ghost” foi no dia 21 de junho de 1977. A CBS fez o registro para o especial do Elvis que iria ao ar meses depois. Ginásios lotados, fãs enlouquecidos tal qual na década de 1950, apesar do Elvis não ter a mesma forma física e nem a mesma energia. Ninguém imaginava que aquelas cenas captadas pelas câmeras da CBS registrariam os últimos shows do Elvis. Era nítido que a saúde dele estava mal, mas não se imaginava que dali dois meses ele iria morrer. Apesar dos pesares, Elvis deu tudo de si, o que tinha de melhor para os seus fãs. As cenas do show do dia 21 de janeiro nos impactam por causa do físico do Elvis e da potência de sua voz.

Ainda bem que hoje em dia a gente não depende mais de programação de emissora de TV a cabo para assistir Elvis cantando lindamente a música do filme “Ghost”. É só procurar no YouTube e ver essa cena tão emocionante.