Márcio M. Cunha
Márcio M. Cunha

TJ-GO faz mutirão para desafogar juizados especiais

O Tribunal de Justiça (foto) do Estado de Goiás (TJ-GO) promoveu, durante toda a semana passada, um mutirão de conciliação, visando ao desafogamento dos juizados especiais cíveis em mais de 7 mil feitos. Segundo informações do tribunal, o mutirão foi um sucesso, com alto índice de acordos celebrados.

Os juizados especiais cíveis comprovam que o que mais falta ao Judiciário pátrio é estrutura, vez que, criados há mais de dez anos pela Lei 9.099/95, ainda não conseguiram atingir o visado objetivo de empregar celeridade a feitos de menor valor econômico. Atualmente, um feito tramita no juizado especial em média por três anos até atingir seu escopo, enquanto se esperava prazo não superior a seis meses quando de sua criação.

Deixe um comentário