Márcio M. Cunha
Márcio M. Cunha

Juiz dá a paciente direito de acesso à fosfoetanolamina para tratar câncer

Um juiz de direito do Piauí concedeu em antecipação de tutela a uma paciente com doença terminal o direito de ter acesso à fosfoetanolamina, substância usada para fins terapêuticos no tratamento do câncer pelo Instituto de Química da USP de São Carlos. Os requeridos, no prazo de cinco dias, devem disponibilizar a substância fosfoetanolamina sintética à parte autora, em quantidade suficiente para garantir o seu tratamento, que deverá ser indicada pelo Instituto de Química, responsável pela pesquisa, devendo as questões burocráticas serem tratadas entre o Estado e sua autarquia, diretamente.

3 respostas para “Juiz dá a paciente direito de acesso à fosfoetanolamina para tratar câncer”

  1. Avatar Amilcar Roque disse:

    Todos os doentes que tem um câncer incurável, tem que ter o direito a receber a FOSFO SINTÉTICA, sem precisar entrar na justiça, pois essa doença já é a pior penalização que um ser humano pode ter, e alem disso ainda ter que entrar na justiça para pleitear algo que é comprovadamente eficaz para tentar salvar sua vida, aí já é demais.

  2. Avatar Marcos garcia disse:

    Eu preciso desse remédio para meu pai também alguém me ajuda.

  3. Avatar Amilcar Roque disse:

    A Fosfo Sintética, deve ser liberada a todos os doentes com câncer incuravel, sem a necessidade de ter que entrar na justiça para obter esse direito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.