Márcio M. Cunha
Márcio M. Cunha

Juiz condenado a aposentadoria compulsória recorrerá ao STF

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O juiz de Direito Ari Ferreira de Queiroz , da 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Goiânia, declarou que vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) da decisão proferida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na terça-feira, 24, pela qual lhe foi aplicada a pena de aposentadoria.

O processo administrativo disciplinar é fundado em suspeitas de decisões favoráveis ao cartorário Maurício Sampaio. O juiz assegura que não favoreceu o cartorário, argumentando que suas decisões foram todas mantidas pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.