Gente ligada aos principais prováveis candidatos à presidência da OAB-GO garante que as articulações avançaram e que a eleição de novembro pode ter somente uma chapa.  Isso seria possível devido ao um acordo em que se obedeceria o critério de serviços prestados à OAB, sendo que neste caso o presidente Enil Henrique seria o presidente, Flávio Borges o vice e o novato Lú­cio Flávio o secretário-geral, formando, assim, um grande chapão, evitando derrotas de todos os lados e aproveitando os melhores nomes da Advocacia de Goiás.