Hélio Rocha
Hélio Rocha

Os craques da Matinha, segundo o mestre Paulo Gonçalves

Reluto em chamar Paulo Gonçalves de ex-craque. Porque os craques são craques para sempre. Ele é, em definitivo, um mestre. Um mestre dos mestres

Em função de um livro que estou produzindo, sobre a história do Goiás Esporte Clube, tive uma boa conversa com o ex-craque e ex-técnico Paulo Gonçalves. Muito bom técnico, por final, e excelente jogador, um dos melhores da história do Atlético Mineiro, assim como do Goiás e do Goiânia.

Paulo Gonçalves, eterno craque | Foto: Rádio Sagres

Paulo Gonçalves revelou-me que, na adolescência, jogava futebol em um campo que existia junto ao bosque do Botafogo, que ocupava a área onde hoje funciona o Parque Mutirama, que era chamado de Matinha. E contou que lá surgiram muitos craques.

Até reluto em chamar Paulo Gonçalves de ex-craque. Porque, no fundo, os craques são craques para sempre. Ele é, em definitivo, um mestre. Um mestre dos mestres.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.