Euler de França Belém
Euler de França Belém

TV Anhanguera e O Popular saem do controle da família de Júnior Câmara

O mercado aponta valores que variam de 390 milhões a 750 milhões de reais

Pode-se criticar a família Câmara, criadora de “O Popular” (que tem 80 anos) e da TV Anhanguera, pela tentativa de monopolizar a comunicação em Goiás e, ao mesmo tempo, absorver quase toda a verba de publicidade do governo do Estado. Mas é preciso considerar que seus veículos de comunicação têm uma história de seriedade e de coberturas decentes.

Joaquim Câmara e Jaime Câmara iniciaram os negócios e coube a Jaime Câmara Júnior, o Júnior Câmara, modernizá-los. Apesar de bem-sucedido na empreitada, decidiu vender tanto a TV Anhanguera quanto “O Popular” — além do “Daqui” — para o Grupo Zahran de Mato Grosso.
Dona de emissoras em Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, a família Zahran caiu nas graças da TV Globo, por isso se tornou a compradora prioritária. Seu objetivo é aumentar a audiência da Globo em Goiás e o faturamento comercial.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.