Com um triângulo, Monique Bastos segura Wesley Sousa de Araújo, que pediu ajuda até de Deus, mas acabou na cadeia

Lutadora imobilizou o suposto assaltante em Açailândia

A lutadora de MMA Monique Bastos começa a ser chamada de Ronda Rousey do Nordeste e ganhou as redes sociais como verdadeira estrela. Porém o mais incrível é que o feito da bela e forte Monique Bastos não ocorreu no octógono, e sim numa rua de sua cidade, Açailândia, no Maranhão. Ela e uma amiga andavam numa rua, na terça-feira, 1º,  e, de repente, foram abordadas por dois assaltantes, que queriam levar seu celular. Imediatamente, a jovem agarrou um dos marginais, derrubou-o da moto e, com um poderoso golpe de jiu-jítsu, conhecido como triângulo, o imobilizou. Ante o quadro, sui-generis, o outro bandido fugiu.

https://youtu.be/RzqVDxDAiPU

O golpe, de rara precisão, não permitiu reação de Wesley Sousa de Araújo, de 18 anos. Quanto mais ele tentava reagir, mais Monique Bastos o apertava, deixando-o sem fôlego. Desesperado, o criminoso começou a clamar por Deus, pela mãe, pelo pai e até pela polícia.

Monique Bastos é faixa azul de jiu-jítsu (Foto: Arquivo pessoal)

Monique Bastos tem sido apresentada como heroína e, em questão de horas, se tornou famosa no Maranhão e mesmo no país. Por onde passa, as pessoas dizem: “É a nossa Ronda Rousey”. Humilde, a lutadora não confirma, mas espera, a partir de agora, ser descoberta pelos “olheiros” do UFC, como Rodrigo Minotauro.