Euler de França Belém
Euler de França Belém

Raduan Nasser ganha o Prêmio Camões, o mais importante para autores de Língua Portuguesa

O escritor brasileiro, autor de “Lavoura Arcaica” e “Um Copo de Cólera”, parou de publicar livros há alguns anos

Raduan Nassar 1

Raduan Nasser, de 80 anos, autor dos livros “Lavoura Arcaica” e “Um Copo de Cólera”, foi anunciado na segunda-feira, 30, como vencedor do Prêmio Camões de 2016. O escritor brasileiro, que parou de escrever (ou de publicar) há vários anos, vai receber 100 mil euros. Sua obra é cada vez mais publicada no exterior.

O Camões é apontado como o mais importante prêmio concedido a escritores de Língua Portuguesa. O prêmio foi anunciado pelo secretário de Estado da Cultura do governo de Portugal, Miguel Honrado. O nome de Raduan Nassar foi escolhido por um júri refinado: Paula Morão, ensaísta, e Pedro Mexia, poeta e colunista, de Portugal; Flora Süssekind e Sérgio Alcides do Amaral, professores e críticos literários brasileiros; Lourenço do Rosário, reitor da Universidade Politécnica de Maputo (Moçambique); e Inocência Mata, ensaísta de São-Tomé radicada em Macau.

O Prêmio Camões foi criado pelos governos do Brasil e de Portugal, em 1988. Ele é atribuído “um autor de língua portuguesa que tenha contribuído para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural da língua comum”.

Brasileiros que foi foram premiados com o Camões: João Cabral de Melo Neto (1990), Rachel de Queiroz (1993), Jorge Amado (1994), Antonio Candido (1998), Autran Dourado (2000), Rubem Fonseca (2003), Lygia Fagundes Telles (2005), João Ubaldo Ribeiro (2008), Ferreira Gullar (2010), Dalton Trevisan (2012) e Alberto da Costa e Silva (2014).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.