Euler de França Belém
Euler de França Belém

O Popular “inova” e “cria” a raça de gado “neroli”. Mas o país prefere chamá-la de nelore

Reportagem do jornal praticamente sugere que o “boigente” viajava sozinho do Tocantins para uma fazenda em São Paulo

o-popular-nelore (2)

Um repórter de “O Popular” inventou uma nova raça de gado — a “neroli”. Na edição de sexta-feira, 3, o jornal publicou, na página 4, sob o título “Boi solto no Jardim Botânico é abatido após tentativas frustradas de captura”: “Após quatro dias perdido no parque Jardim Botânico, um boi da raça neroli, que viajava do Tocantins para fazenda em São Paulo, foi abatido ontem após várias tentativas frustradas de capturá-lo”.

Além do erro primário — a confusão entre nelore, que existe, e neroli, que não existe —, a redação do texto é tão estranha que o leitor fica com a impressão de que o boi “viajava” sozinho. Seria o “boigente” — uma criação tão moderna e instigante quanto “neroli”. Claro que, adiante, o repórter explica os fatos.

Wikipédia

A Wikipédia informa sobre o nelore (ou seria neroli?): “Nelore é uma raça de gado bovino originária da Índia. Os primeiros exemplares da raça chegaram ao Brasil no final do século XVIII, e rapidamente se tornaram a raça de gado predominante no rebanho brasileiro (85% do rebanho total). Alastrou-se por toda a América do Sul e, principalmente no Brasil devido à sua alta fertilidade a pasto e capacidade de sobrevivência”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.